Links

PERSPETIVA ATUAL


Chris Burden, Samson, 1985. Inhotim. Fotografia: Téo Pitella.


Tunga, Galeria True Rouge, 1997. Fotografia: Téo Pitella.


Som da Terra. Inhotim. Fotografia: Téo Pitella.

Outros artigos:

2018-10-13


MIRIAN TAVARES


2018-09-11


JULIA FLAMINGO


2018-07-25


RUI MATOSO


2018-06-25


MARIA DE FÁTIMA LAMBERT


2018-05-25


MARIA VLACHOU


2018-04-18


BRUNO CARACOL


2018-03-08


VICTOR PINTO DA FONSECA


2018-01-26


ANA BALONA DE OLIVEIRA


2017-12-18


CONSTANÇA BABO


2017-11-12


HELENA OSÓRIO


2017-10-09


PAULA PINTO


2017-09-05


PAULA PINTO


2017-07-26


NATÁLIA VILARINHO


2017-07-17


ANA RITO


2017-07-11


PEDRO POUSADA


2017-06-30


PEDRO POUSADA


2017-05-31


CONSTANÇA BABO


2017-04-26


MARC LENOT


2017-03-28


ALEXANDRA BALONA


2017-02-10


CONSTANÇA BABO


2017-01-06


CONSTANÇA BABO


2016-12-13


CONSTANÇA BABO


2016-11-08


ADRIANO MIXINGE


2016-10-20


ALBERTO MORENO


2016-10-07


ALBERTO MORENO


2016-08-29


NATÁLIA VILARINHO


2016-06-28


VICTOR PINTO DA FONSECA


2016-05-25


DIOGO DA CRUZ


2016-04-16


NAMALIMBA COELHO


2016-03-17


FILIPE AFONSO


2016-02-15


ANA BARROSO


2016-01-08


TAL R EM CONVERSA COM FABRICE HERGOTT


2015-11-28


MARTA RODRIGUES


2015-10-17


ANA BARROSO


2015-09-17


ALBERTO MORENO


2015-07-21


JOANA BRAGA, JOANA PESTANA E INÊS VEIGA


2015-06-20


PATRÍCIA PRIOR


2015-05-19


JOÃO CARLOS DE ALMEIDA E SILVA


2015-04-13


Natália Vilarinho


2015-03-17


Liz Vahia


2015-02-09


Lara Torres


2015-01-07


JOSÉ RAPOSO


2014-12-09


Sara Castelo Branco


2014-11-11


Natália Vilarinho


2014-10-07


Clara Gomes


2014-08-21


Paula Pinto


2014-07-15


Juliana de Moraes Monteiro


2014-06-13


Catarina Cabral


2014-05-14


Alexandra Balona


2014-04-17


Ana Barroso


2014-03-18


Filipa Coimbra


2014-01-30


JOSÉ MANUEL BÁRTOLO


2013-12-09


SOFIA NUNES


2013-10-18


ISADORA H. PITELLA


2013-09-24


SANDRA VIEIRA JÜRGENS


2013-06-27


SOFIA NUNES


2013-06-04


MARIA JOÃO GUERREIRO


2013-05-13


ROSANA SANCIN


2013-04-02


MILENA FÉRNANDEZ


2013-03-12


FERNANDO BRUNO


2013-02-09


ARTECAPITAL


2013-01-02


ZARA SOARES


2012-12-10


ISABEL NOGUEIRA


2012-11-05


ANA SENA


2012-10-08


ZARA SOARES


2012-09-21


ZARA SOARES


2012-09-10


JOÃO LAIA


2012-08-31


ARTECAPITAL


2012-08-24


ARTECAPITAL


2012-08-06


JOÃO LAIA


2012-07-16


ROSANA SANCIN


2012-06-25


VIRGINIA TORRENTE


2012-06-14


A ART BASEL


2012-06-05


dOCUMENTA (13)


2012-04-26


PATRÍCIA ROSAS


2012-03-18


SABRINA MOURA


2012-02-02


ROSANA SANCIN


2012-01-02


PATRÍCIA TRINDADE


2011-11-02


PATRÍCIA ROSAS


2011-10-18


MARIA BEATRIZ MARQUILHAS


2011-09-23


MARIA BEATRIZ MARQUILHAS


2011-07-28


PATRÍCIA ROSAS


2011-06-21


SÍLVIA GUERRA


2011-05-02


CARLOS ALCOBIA


2011-04-13


SÓNIA BORGES


2011-03-21


ARTECAPITAL


2011-03-16


ARTECAPITAL


2011-02-18


MANUEL BORJA-VILLEL


2011-02-01


ARTECAPITAL


2011-01-12


ATLAS - COMO LEVAR O MUNDO ÀS COSTAS?


2010-12-21


BRUNO LEITÃO


2010-11-29


SÍLVIA GUERRA


2010-10-26


SÍLVIA GUERRA


2010-09-30


ANDRÉ NOGUEIRA


2010-09-22


EL CULTURAL


2010-07-28


ROSANA SANCIN


2010-06-20


ART 41 BASEL


2010-05-11


ROSANA SANCIN


2010-04-15


FABIO CYPRIANO - Folha de S.Paulo


2010-03-19


ALEXANDRA BELEZA MOREIRA


2010-03-01


ANTÓNIO PINTO RIBEIRO


2010-02-17


ANTÓNIO PINTO RIBEIRO


2010-01-26


SUSANA MOUZINHO


2009-12-16


ROSANA SANCIN


2009-11-10


PEDRO NEVES MARQUES


2009-10-20


SÍLVIA GUERRA


2009-10-05


PEDRO NEVES MARQUES


2009-09-21


MARTA MESTRE


2009-09-13


LUÍSA SANTOS


2009-08-22


TERESA CASTRO


2009-07-24


PEDRO DOS REIS


2009-06-15


SÍLVIA GUERRA


2009-06-11


SANDRA LOURENÇO


2009-06-10


SÍLVIA GUERRA


2009-05-28


LUÍSA SANTOS


2009-05-04


SÍLVIA GUERRA


2009-04-13


JOSÉ MANUEL BÁRTOLO


2009-03-23


PEDRO DOS REIS


2009-03-03


EMANUEL CAMEIRA


2009-02-13


SÍLVIA GUERRA


2009-01-26


ANA CARDOSO


2009-01-13


ISABEL NOGUEIRA


2008-12-16


MARTA LANÇA


2008-11-25


SÍLVIA GUERRA


2008-11-08


PEDRO DOS REIS


2008-11-01


ANA CARDOSO


2008-10-27


SÍLVIA GUERRA


2008-10-18


SÍLVIA GUERRA


2008-09-30


ARTECAPITAL


2008-09-15


ARTECAPITAL


2008-08-31


ARTECAPITAL


2008-08-11


INÊS MOREIRA


2008-07-25


ANA CARDOSO


2008-07-07


SANDRA LOURENÇO


2008-06-25


IVO MESQUITA


2008-06-09


SÍLVIA GUERRA


2008-06-05


SÍLVIA GUERRA


2008-05-14


FILIPA RAMOS


2008-05-04


PEDRO DOS REIS


2008-04-09


ANA CARDOSO


2008-04-03


ANA CARDOSO


2008-03-12


NUNO LOURENÇO


2008-02-25


ANA CARDOSO


2008-02-12


MIGUEL CAISSOTTI


2008-02-04


DANIELA LABRA


2008-01-07


SÍLVIA GUERRA


2007-12-17


ANA CARDOSO


2007-12-02


NUNO LOURENÇO


2007-11-18


ANA CARDOSO


2007-11-17


SÍLVIA GUERRA


2007-11-14


LÍGIA AFONSO


2007-11-08


SÍLVIA GUERRA


2007-11-02


AIDA CASTRO


2007-10-25


SÍLVIA GUERRA


2007-10-20


SÍLVIA GUERRA


2007-10-01


TERESA CASTRO


2007-09-20


LÍGIA AFONSO


2007-08-30


JOANA BÉRTHOLO


2007-08-21


LÍGIA AFONSO


2007-08-06


CRISTINA CAMPOS


2007-07-15


JOANA LUCAS


2007-07-02


ANTÓNIO PRETO


2007-06-21


ANA CARDOSO


2007-06-12


TERESA CASTRO


2007-06-06


ALICE GEIRINHAS / ISABEL RIBEIRO


2007-05-22


ANA CARDOSO


2007-05-12


AIDA CASTRO


2007-04-24


SÍLVIA GUERRA


2007-04-13


ANA CARDOSO


2007-03-26


INÊS MOREIRA


2007-03-07


ANA CARDOSO


2007-03-01


FILIPA RAMOS


2007-02-21


SANDRA VIEIRA JURGENS


2007-01-28


TERESA CASTRO


2007-01-16


SÍLVIA GUERRA


2006-12-15


CRISTINA CAMPOS


2006-12-07


ANA CARDOSO


2006-12-04


SÍLVIA GUERRA


2006-11-28


SÍLVIA GUERRA


2006-11-13


ARTECAPITAL


2006-11-07


ANA CARDOSO


2006-10-30


SÍLVIA GUERRA


2006-10-29


SÍLVIA GUERRA


2006-10-27


SÍLVIA GUERRA


2006-10-11


ANA CARDOSO


2006-09-25


TERESA CASTRO


2006-09-03


ANTÓNIO PRETO


2006-08-17


JOSÉ BÁRTOLO


2006-07-24


ANTÓNIO PRETO


2006-07-06


MIGUEL CAISSOTTI


2006-06-14


ALICE GEIRINHAS


2006-06-07


JOSÉ ROSEIRA


2006-05-24


INÊS MOREIRA


2006-05-10


AIDA E. DE CASTRO


2006-04-20


JORGE DIAS


2006-04-05


SANDRA VIEIRA JURGENS



CUBOS BRANCOS E VERDES



ISADORA H. PITELLA

2013-08-12




Sansão, após ser traído por Dalila, destruiu as paredes festivas de um palácio filisteu, levando todos os presentes, e a si próprio, a morte. Nas paredes da Galeria Lago do Inhotim, Samson, peça de Chris Burden, hoje ignora a destruição e permanece imaculada em um dos cenários mais incríveis que a arte contemporânea poderia desejar. Entre 100 hectares de muito verde, o Jardim Botânico do parque quase que abafa a beleza das obras de arte que lá estão. Quase. Talvez para um público menos apreciador de arte o charme das belas plantas convide para um piquenique (que é teoricamente proibido no parque), mas para quem vai com sede de arte, o bem planeado paisagismo não passa de uma série de labirintos orgânicos que levam sempre a uma nova experiência, digna de uma Disneylândia para apreciadores. Se a questão da sacralização da arte começou a ser debatida com Duchamp e sua fonte, em Inhotim, ela sofre um novo paradigma, de evidência e de ignorância. Na corda bamba entre perceber o cubo branco que tudo transforma em arte ou desfrutar das belíssimas peças que lá se encontram, há público para todos os lados.

A minha experiência em Inhotim tenta ignorar o facto de Samson estar desativado (a roleta de entrada está desconectada dos macacos hidráulicos e diz o monitor do espaço “É, a partir da compra da peça, o museu faz o que quiser, né?”) com o objetivo de focar no(s) surpreendente(s) do instituto. E são muitos. Surpreendente um: em plena terça-feira de Carnaval de 2013, o instituto registou, às 16h, mais de 7 mil visitantes. Tinha fila na Galeria Cildo Meireles de mais de 40 minutos de espera para experimentar o Desvio Para o Vermelho. Tinha tanta gente dentro da instalação de Doug Aitken que o som da terra estava mais para um som de salão de beleza, de tanta falação que se ouvia. A piscina de Jorge Macchi estava parecendo uma praia, com gente de roupa, gente de biquíni, gente sentada ao redor comendo, conversando. Uma festa. A capacidade de Inhotim em diversificar o público da arte contemporânea é um ponto que vale por dez. Vi crianças endoidecidas nos fuscas [carochas] do Troca-Troca de Jarbas Lopes, vi adultos fazendo dos painéis de John Ahearn e Rigoberto Torres pontos turísticos, vi a equipe do instituto feliz em ajudar as pessoas a fazerem os seus próprios Parangolés. É facto que ir a Inhotim é uma experiência. Em sete horas de imersão, eu e meu grupo (éramos quatro) esquecemos de comer, de beber, de fumar. Todo o cenário, da última terça-feira, era digno de peça de Hélio Oiticica. A imersão, o popular, o marginal.

Surpreendente dois: a grandiosidade das peças. Chris Burden, Janet Cardiff, Giuseppe Penone, Lygia Pape, apenas para citar alguns nomes. É tudo mega, é tudo impressionante, tudo incrivelmente montado e pronto para ser degustado. Um festival de obras megalomaníacas, que dizem muito e que nos colocam contra a parede. O acervo do Inhotim é algo a ser analisado com calma, com dias para pensar, ver, ler, estudar. Níveis semânticos densos, que pareceram fazer o público citado acima estranhar e se distanciar, apesar da presença física na piscina e na sombra das árvores. Em conversa com os monitores surgem evidências de que eles não estão muito longe do público: para tornar-se monitor basta um dia de “curso”. O resultado dessa não imersão aparece logo na entrada. Questionei se o Samson estava aberto ao público e a resposta foi “hum, não lembro bem qual é a peça, mas acho que não”, mas estava. No final do passeio, já com poucos minutos para o parque fechar, questionei como estava a Galeria Tunga, quais peças tinha lá e a resposta foi “olha, só sei que ele trabalha com imãs”. Um textinho decorado, um sorriso – todos eram muito, muito simpáticos – e só. É o que sabe a maioria dos monitores. O processo de consumo da arte, em Inhotim, se mostrou diferente do que costumo ver em galerias com verba para as obras expostas: nada de público especializado, o que é ótimo, mas também, por conta de um despreparo da equipe, pouca absorção. Pouca gente lendo os textos de parede, pouca gente questionando, pouca gente tentando entender. Muita gente olhando, deslumbrada. E uma senhora, muito curiosa, perguntando a um monitor se o Paul McCarthy era o mesmo que escreveu “Let It Be”.

Surpreendente três: a notícia de que Inhotim irá criar um número X de bungalows dentro do parque para quem quiser se hospedar lá é um surpreendente do lado negativo da força. Brumadinho, cidade onde fica Inhotim, no interior de Minas Gerais, é o “Ó”. Ao redor de Inhotim há não sei quantas minas de extração de minério, toda Brumadinho é avermelhada de terra e Inhotim coloca-se como um oásis neste terreno. A discrepância é imensa. E daí, para o público mais acostumado com galerias que podem pagar por peças como as expostas no instituto, Inhotim fará um hotel, que segundo uma pessoa da equipe, já está em construção. A ideia parece ser: chega de helicóptero, não vê nada do que há ao redor e pronto, tudo resolvido. Fica só beleza, arte e gente bonitinha passeando. Uma obra a ser pensada.

A lista de surpreendentes é grande e continua, mas deixo uma brecha, sem mais spoilers, para que vá conhecer. É realmente, uma experiência. Se escolher uma terça gratuita então, vai se admirar com o poder que a arte tem de envolver, mesmo quando o cubo branco parece não querer ninguém lá dentro.



Isadora H. Pitella
10mg generic tadalafil 10mg cialis cialis vs viagra cialis vs viagra vs levitra which is better generic propecia price online ed drugs best pills for ed, cialis discount generic india uk pills levitra.
Cialis brand vs generic online for lowest price viagra vardenafil buy usa levitra sildenafil buyers india, viagra generic cheap shipping free prescription without a levitra.
Tablets dapoxetine sildenafil tadalafil 40mg tadalafil 10 mg http://www.socgeografialisboa.pt/vardenafil-uk/ tadalafil and vardenafil, to where buy viagra generic viagra paypal.
Online viagra tablets buy sildenafil tadalafil vardenafil buy online india sildenafil http://www.socgeografialisboa.pt/cheap-sildenafil-citrate-uk/ sildenafil no perscription, cialis buy cialis generic generic levitra o viagra.
And cialis between levitra difference a prescription viagra doctor without buy free viagra sample http://www.socgeografialisboa.pt/sildenafil-citrate-generic/ sildenafil and overdose and blind, a i viagra can without prescription buy dapoxetine sildenafil.
Viagra london buy drug price vardenafil viagra in buy canada finasteride without prescription, cheap viagra uk female levitra comparison cialis cost viagra.
Generic citrate sildenafil tablets viagra cheap india sildenafil jelly http://www.socgeografialisboa.pt/tadalafil-india/ tadalafil mexico, buy usa online cialis canada in levitra.
Cialis canada price best discount pills levitra 40 cialis mg price http://www.socgeografialisboa.pt/generic-cialis-uk-online/ what are the side effects of cialis, in can i the k u cheap viagra where buy cialis or levitra.
Viagra europe buy cialis viagra kaufen levitra mg comprar 5 tadalafil http://www.socgeografialisboa.pt/vardenafil-buy-uk/ vardenafil 20mg online, generico paypal viagra online mg 200 cheap viagra.
25 mg generico viagra propecia online cheap canada online liquid buy tadalafil finasteride no prescription, propecia vs finasteride fast delivery levitra.