Links

PERSPETIVA ATUAL


Walter Benjamin com Jean Selz em Ibiza ©Werkbundarchiv-Museum der Dinge, Berlim


Raoul Haussmann, Can' Pujol, San Jose, Corps de Ferme, circa 1933. Da série Ibiza

Outros artigos:

2017-11-12


HELENA OSÓRIO


2017-10-09


PAULA PINTO


2017-09-05


PAULA PINTO


2017-07-26


NATÁLIA VILARINHO


2017-07-17


ANA RITO


2017-07-11


PEDRO POUSADA


2017-06-30


PEDRO POUSADA


2017-05-31


CONSTANÇA BABO


2017-04-26


MARC LENOT


2017-03-28


ALEXANDRA BALONA


2017-02-10


CONSTANÇA BABO


2017-01-06


CONSTANÇA BABO


2016-12-13


CONSTANÇA BABO


2016-11-08


ADRIANO MIXINGE


2016-10-20


ALBERTO MORENO


2016-10-07


ALBERTO MORENO


2016-08-29


NATÁLIA VILARINHO


2016-06-28


VICTOR PINTO DA FONSECA


2016-05-25


DIOGO DA CRUZ


2016-04-16


NAMALIMBA COELHO


2016-03-17


FILIPE AFONSO


2016-02-15


ANA BARROSO


2016-01-08


TAL R EM CONVERSA COM FABRICE HERGOTT


2015-11-28


MARTA RODRIGUES


2015-10-17


ANA BARROSO


2015-09-17


ALBERTO MORENO


2015-07-21


JOANA BRAGA, JOANA PESTANA E INÊS VEIGA


2015-06-20


PATRÍCIA PRIOR


2015-05-19


JOÃO CARLOS DE ALMEIDA E SILVA


2015-04-13


Natália Vilarinho


2015-03-17


Liz Vahia


2015-02-09


Lara Torres


2015-01-07


JOSÉ RAPOSO


2014-12-09


Sara Castelo Branco


2014-11-11


Natália Vilarinho


2014-10-07


Clara Gomes


2014-08-21


Paula Pinto


2014-07-15


Juliana de Moraes Monteiro


2014-06-13


Catarina Cabral


2014-05-14


Alexandra Balona


2014-04-17


Ana Barroso


2014-03-18


Filipa Coimbra


2014-01-30


JOSÉ MANUEL BÁRTOLO


2013-12-09


SOFIA NUNES


2013-10-18


ISADORA H. PITELLA


2013-09-24


SANDRA VIEIRA JÜRGENS


2013-08-12


ISADORA H. PITELLA


2013-06-27


SOFIA NUNES


2013-06-04


MARIA JOÃO GUERREIRO


2013-05-13


ROSANA SANCIN


2013-04-02


MILENA FÉRNANDEZ


2013-03-12


FERNANDO BRUNO


2013-02-09


ARTECAPITAL


2013-01-02


ZARA SOARES


2012-12-10


ISABEL NOGUEIRA


2012-11-05


ANA SENA


2012-10-08


ZARA SOARES


2012-09-21


ZARA SOARES


2012-09-10


JOÃO LAIA


2012-08-31


ARTECAPITAL


2012-08-24


ARTECAPITAL


2012-08-06


JOÃO LAIA


2012-07-16


ROSANA SANCIN


2012-06-25


VIRGINIA TORRENTE


2012-06-14


A ART BASEL


2012-06-05


dOCUMENTA (13)


2012-04-26


PATRÍCIA ROSAS


2012-03-18


SABRINA MOURA


2012-02-02


ROSANA SANCIN


2012-01-02


PATRÍCIA TRINDADE


2011-11-02


PATRÍCIA ROSAS


2011-10-18


MARIA BEATRIZ MARQUILHAS


2011-09-23


MARIA BEATRIZ MARQUILHAS


2011-07-28


PATRÍCIA ROSAS


2011-06-21


SÍLVIA GUERRA


2011-05-02


CARLOS ALCOBIA


2011-04-13


SÓNIA BORGES


2011-03-21


ARTECAPITAL


2011-03-16


ARTECAPITAL


2011-02-18


MANUEL BORJA-VILLEL


2011-02-01


ARTECAPITAL


2011-01-12


ATLAS - COMO LEVAR O MUNDO ÀS COSTAS?


2010-12-21


BRUNO LEITÃO


2010-11-29


SÍLVIA GUERRA


2010-10-26


SÍLVIA GUERRA


2010-09-30


ANDRÉ NOGUEIRA


2010-09-22


EL CULTURAL


2010-07-28


ROSANA SANCIN


2010-06-20


ART 41 BASEL


2010-05-11


ROSANA SANCIN


2010-04-15


FABIO CYPRIANO - Folha de S.Paulo


2010-03-19


ALEXANDRA BELEZA MOREIRA


2010-03-01


ANTÓNIO PINTO RIBEIRO


2010-02-17


ANTÓNIO PINTO RIBEIRO


2010-01-26


SUSANA MOUZINHO


2009-12-16


ROSANA SANCIN


2009-11-10


PEDRO NEVES MARQUES


2009-10-20


SÍLVIA GUERRA


2009-10-05


PEDRO NEVES MARQUES


2009-09-21


MARTA MESTRE


2009-09-13


LUÍSA SANTOS


2009-08-22


TERESA CASTRO


2009-07-24


PEDRO DOS REIS


2009-06-15


SÍLVIA GUERRA


2009-06-11


SANDRA LOURENÇO


2009-06-10


SÍLVIA GUERRA


2009-05-28


LUÍSA SANTOS


2009-05-04


SÍLVIA GUERRA


2009-04-13


JOSÉ MANUEL BÁRTOLO


2009-03-23


PEDRO DOS REIS


2009-03-03


EMANUEL CAMEIRA


2009-02-13


SÍLVIA GUERRA


2009-01-26


ANA CARDOSO


2009-01-13


ISABEL NOGUEIRA


2008-12-16


MARTA LANÇA


2008-11-25


SÍLVIA GUERRA


2008-11-08


PEDRO DOS REIS


2008-11-01


ANA CARDOSO


2008-10-27


SÍLVIA GUERRA


2008-10-18


SÍLVIA GUERRA


2008-09-30


ARTECAPITAL


2008-09-15


ARTECAPITAL


2008-08-31


ARTECAPITAL


2008-08-11


INÊS MOREIRA


2008-07-25


ANA CARDOSO


2008-07-07


SANDRA LOURENÇO


2008-06-25


IVO MESQUITA


2008-06-09


SÍLVIA GUERRA


2008-06-05


SÍLVIA GUERRA


2008-05-14


FILIPA RAMOS


2008-05-04


PEDRO DOS REIS


2008-04-09


ANA CARDOSO


2008-04-03


ANA CARDOSO


2008-03-12


NUNO LOURENÇO


2008-02-25


ANA CARDOSO


2008-02-12


MIGUEL CAISSOTTI


2008-02-04


DANIELA LABRA


2008-01-07


SÍLVIA GUERRA


2007-12-17


ANA CARDOSO


2007-12-02


NUNO LOURENÇO


2007-11-18


ANA CARDOSO


2007-11-17


SÍLVIA GUERRA


2007-11-14


LÍGIA AFONSO


2007-11-08


SÍLVIA GUERRA


2007-11-02


AIDA CASTRO


2007-10-25


SÍLVIA GUERRA


2007-10-20


SÍLVIA GUERRA


2007-10-01


TERESA CASTRO


2007-09-20


LÍGIA AFONSO


2007-08-30


JOANA BÉRTHOLO


2007-08-21


LÍGIA AFONSO


2007-08-06


CRISTINA CAMPOS


2007-07-15


JOANA LUCAS


2007-07-02


ANTÓNIO PRETO


2007-06-21


ANA CARDOSO


2007-06-12


TERESA CASTRO


2007-06-06


ALICE GEIRINHAS / ISABEL RIBEIRO


2007-05-22


ANA CARDOSO


2007-05-12


AIDA CASTRO


2007-04-24


SÍLVIA GUERRA


2007-04-13


ANA CARDOSO


2007-03-26


INÊS MOREIRA


2007-03-07


ANA CARDOSO


2007-03-01


FILIPA RAMOS


2007-02-21


SANDRA VIEIRA JURGENS


2007-01-28


TERESA CASTRO


2007-01-16


SÍLVIA GUERRA


2006-12-15


CRISTINA CAMPOS


2006-12-07


ANA CARDOSO


2006-12-04


SÍLVIA GUERRA


2006-11-28


SÍLVIA GUERRA


2006-11-13


ARTECAPITAL


2006-11-07


ANA CARDOSO


2006-10-30


SÍLVIA GUERRA


2006-10-29


SÍLVIA GUERRA


2006-10-27


SÍLVIA GUERRA


2006-10-11


ANA CARDOSO


2006-09-25


TERESA CASTRO


2006-09-03


ANTÓNIO PRETO


2006-08-17


JOSÉ BÁRTOLO


2006-07-24


ANTÓNIO PRETO


2006-07-06


MIGUEL CAISSOTTI


2006-06-14


ALICE GEIRINHAS


2006-06-07


JOSÉ ROSEIRA


2006-05-24


INÊS MOREIRA


2006-05-10


AIDA E. DE CASTRO


2006-04-20


JORGE DIAS


2006-04-05


SANDRA VIEIRA JURGENS


share |

A ARQUITETURA MODERNA E O MEDITERRÂNEO



FERNANDO BRUNO

2013-03-12




Um grande número de experiências culturais não europeias ocuparam um lugar importante na constituição da arquitetura moderna do velho continente. Os arquitetos nórdicos, alemães e latinos apropriaram-se de elementos que encontravam nas suas viagens e de tradições que lhes chegavam pela imigração das colónias.

Neste sentido é interessante considerar a ideia de “mediterraneidade” que se formou na primeira metade do século XX. O “Mediterrâneo” constitui para muitos arquitetos a unificação de diversas tradições locais numa cultura comum, que romanticamente é apresentada através da idealização de alguns dos seus múltiplos atributos. Alguns modernistas espanhóis usaram-na para questionar as leituras germanófilas da nova arquitetura.

O catalão José Luis Sert, por exemplo, baseando-se nas “constantes” da arquitetura mediterrânica, nas suas formas puras, nos seus volumes primários e nas suas grandes superfícies lisas, postula que as construções mediterrânicas de todas as épocas, “sem estilo, “sem arquiteto” e “sem plano”, “são de uma simplicidade magnífica e de uma dignidade que queríamos ver largamente utilizadas nas grandes cidades de hoje”. No número 18 da revista AC, de 1935 − que na sua capa reza “A arquitetura popular sem estilo e os objetos de uso doméstico dos lugares afastados dos centros de civilização conservam uma base racional que constitui a essência da sua expressão” −, escreve: “estas construções populares mediterrânicas são um repouso para os olhos e para o espírito. Tudo nelas é natural, tudo se inventou para servir o homem; todos os seus elementos têm a medida justa, a medida ‘humana’ (…) Estas construções nada têm que ver com o que nas nossas escolas de arquitetura se denomina ‘arquitetura regional’. Os pequenos detalhes podem variar de Oriente a Ocidente, mas permanece o mesmo espírito: as constantes que fazem destas construções algo claramente mediterrânico”.

Agora bem, este impulso de reconhecimento dessa essência espiritual mediterrânica, exemplar para a arquitetura moderna, não se limitou aos arquitetos espanhóis ou italianos mas derivou, em alguns casos, diretamente dos mesmos círculos modernistas anglo-saxónicos. Figuras destacadas da cultura germânica do período entre-guerras como o dadaísta Raoul Haussman ou o filósofo e crítico Walter Benjamin radicaram-se por temporadas na ilha de Ibiza, lugar mediterrânico remoto y exótico, em todos os aspectos possíveis − geográfica, económica e culturalmente, para mencionar apenas alguns − distantes das metrópoles europeias em que estes intelectuais e artistas desenvolveram-se a sua atividade, como Berlim e Paris. Estas estadias, o contacto com um mundo ao mesmo tempo idílico e de uma austeridade impensável no continente, sem dúvida influenciaram as suas reflexões sobre a condição moderna. No caso de Benjamin, certamente nas suas ideias sobre o arcaico e o moderno, o colecionismo e os interiores burgueses do século XIX, todas elas centrais nos seus últimos escritos; no de Hausmann, com o resultado mais que visível na série de fotografias que realizou na ilha quando trabalhava sobre tipologias e costumes locais.

Mas talvez o exemplo mais notório desta influência, a constatação última da influência do estranho e do arcaico na constituição do moderno e onde se mostra a ideia de “Mediterrâneo”, esteja associada a um evento particular. Em 1933, o Quarto Congresso Internacional de Arquitetura Moderna realizou-se a bordo de um navio que percorreu o mar Mediterrâneo: o impulso para realizar esta singular iniciativa não veio, como podia supor-se à primeira vista, dos seus membros espanhóis, o seu impulsionador foi Marcel Breuer, delegado alemão vindo da Bauhaus.

O diferente, o antigo, o distante, é para a arquitetura moderna, o outro e o estranho; mas ao mesmo tempo, por intermédio deste tipo de intercâmbios e mediações, constitui o novo e o próprio e permite assumir as contradições e complexidades do projeto modernista.


:::::


Fernando Bruno (Buenos Aires, 1976) é licenciado em Filosofia com uma tese sobre a teoria estética de Walter Benjamin. Escreveu e publicou trabalhos sobre Theodor Adorno, Martin Heidegger, G. W. F. Hegel e diversos temas de estética filosófica e de crítica de arte.