Links

PERSPETIVA ATUAL


Vista da exposição.


Vista da exposição.


Vista da exposição.


Vista da exposição.


Vista da exposição.


Vista da exposição.


Vista da exposição.

Outros artigos:

2018-10-13


MIRIAN TAVARES


2018-09-11


JULIA FLAMINGO


2018-07-25


RUI MATOSO


2018-06-25


MARIA DE FÁTIMA LAMBERT


2018-05-25


MARIA VLACHOU


2018-04-18


BRUNO CARACOL


2018-03-08


VICTOR PINTO DA FONSECA


2018-01-26


ANA BALONA DE OLIVEIRA


2017-12-18


CONSTANÇA BABO


2017-11-12


HELENA OSÓRIO


2017-10-09


PAULA PINTO


2017-09-05


PAULA PINTO


2017-07-26


NATÁLIA VILARINHO


2017-07-17


ANA RITO


2017-07-11


PEDRO POUSADA


2017-06-30


PEDRO POUSADA


2017-04-26


MARC LENOT


2017-03-28


ALEXANDRA BALONA


2017-02-10


CONSTANÇA BABO


2017-01-06


CONSTANÇA BABO


2016-12-13


CONSTANÇA BABO


2016-11-08


ADRIANO MIXINGE


2016-10-20


ALBERTO MORENO


2016-10-07


ALBERTO MORENO


2016-08-29


NATÁLIA VILARINHO


2016-06-28


VICTOR PINTO DA FONSECA


2016-05-25


DIOGO DA CRUZ


2016-04-16


NAMALIMBA COELHO


2016-03-17


FILIPE AFONSO


2016-02-15


ANA BARROSO


2016-01-08


TAL R EM CONVERSA COM FABRICE HERGOTT


2015-11-28


MARTA RODRIGUES


2015-10-17


ANA BARROSO


2015-09-17


ALBERTO MORENO


2015-07-21


JOANA BRAGA, JOANA PESTANA E INÊS VEIGA


2015-06-20


PATRÍCIA PRIOR


2015-05-19


JOÃO CARLOS DE ALMEIDA E SILVA


2015-04-13


Natália Vilarinho


2015-03-17


Liz Vahia


2015-02-09


Lara Torres


2015-01-07


JOSÉ RAPOSO


2014-12-09


Sara Castelo Branco


2014-11-11


Natália Vilarinho


2014-10-07


Clara Gomes


2014-08-21


Paula Pinto


2014-07-15


Juliana de Moraes Monteiro


2014-06-13


Catarina Cabral


2014-05-14


Alexandra Balona


2014-04-17


Ana Barroso


2014-03-18


Filipa Coimbra


2014-01-30


JOSÉ MANUEL BÁRTOLO


2013-12-09


SOFIA NUNES


2013-10-18


ISADORA H. PITELLA


2013-09-24


SANDRA VIEIRA JÜRGENS


2013-08-12


ISADORA H. PITELLA


2013-06-27


SOFIA NUNES


2013-06-04


MARIA JOÃO GUERREIRO


2013-05-13


ROSANA SANCIN


2013-04-02


MILENA FÉRNANDEZ


2013-03-12


FERNANDO BRUNO


2013-02-09


ARTECAPITAL


2013-01-02


ZARA SOARES


2012-12-10


ISABEL NOGUEIRA


2012-11-05


ANA SENA


2012-10-08


ZARA SOARES


2012-09-21


ZARA SOARES


2012-09-10


JOÃO LAIA


2012-08-31


ARTECAPITAL


2012-08-24


ARTECAPITAL


2012-08-06


JOÃO LAIA


2012-07-16


ROSANA SANCIN


2012-06-25


VIRGINIA TORRENTE


2012-06-14


A ART BASEL


2012-06-05


dOCUMENTA (13)


2012-04-26


PATRÍCIA ROSAS


2012-03-18


SABRINA MOURA


2012-02-02


ROSANA SANCIN


2012-01-02


PATRÍCIA TRINDADE


2011-11-02


PATRÍCIA ROSAS


2011-10-18


MARIA BEATRIZ MARQUILHAS


2011-09-23


MARIA BEATRIZ MARQUILHAS


2011-07-28


PATRÍCIA ROSAS


2011-06-21


SÍLVIA GUERRA


2011-05-02


CARLOS ALCOBIA


2011-04-13


SÓNIA BORGES


2011-03-21


ARTECAPITAL


2011-03-16


ARTECAPITAL


2011-02-18


MANUEL BORJA-VILLEL


2011-02-01


ARTECAPITAL


2011-01-12


ATLAS - COMO LEVAR O MUNDO ÀS COSTAS?


2010-12-21


BRUNO LEITÃO


2010-11-29


SÍLVIA GUERRA


2010-10-26


SÍLVIA GUERRA


2010-09-30


ANDRÉ NOGUEIRA


2010-09-22


EL CULTURAL


2010-07-28


ROSANA SANCIN


2010-06-20


ART 41 BASEL


2010-05-11


ROSANA SANCIN


2010-04-15


FABIO CYPRIANO - Folha de S.Paulo


2010-03-19


ALEXANDRA BELEZA MOREIRA


2010-03-01


ANTÓNIO PINTO RIBEIRO


2010-02-17


ANTÓNIO PINTO RIBEIRO


2010-01-26


SUSANA MOUZINHO


2009-12-16


ROSANA SANCIN


2009-11-10


PEDRO NEVES MARQUES


2009-10-20


SÍLVIA GUERRA


2009-10-05


PEDRO NEVES MARQUES


2009-09-21


MARTA MESTRE


2009-09-13


LUÍSA SANTOS


2009-08-22


TERESA CASTRO


2009-07-24


PEDRO DOS REIS


2009-06-15


SÍLVIA GUERRA


2009-06-11


SANDRA LOURENÇO


2009-06-10


SÍLVIA GUERRA


2009-05-28


LUÍSA SANTOS


2009-05-04


SÍLVIA GUERRA


2009-04-13


JOSÉ MANUEL BÁRTOLO


2009-03-23


PEDRO DOS REIS


2009-03-03


EMANUEL CAMEIRA


2009-02-13


SÍLVIA GUERRA


2009-01-26


ANA CARDOSO


2009-01-13


ISABEL NOGUEIRA


2008-12-16


MARTA LANÇA


2008-11-25


SÍLVIA GUERRA


2008-11-08


PEDRO DOS REIS


2008-11-01


ANA CARDOSO


2008-10-27


SÍLVIA GUERRA


2008-10-18


SÍLVIA GUERRA


2008-09-30


ARTECAPITAL


2008-09-15


ARTECAPITAL


2008-08-31


ARTECAPITAL


2008-08-11


INÊS MOREIRA


2008-07-25


ANA CARDOSO


2008-07-07


SANDRA LOURENÇO


2008-06-25


IVO MESQUITA


2008-06-09


SÍLVIA GUERRA


2008-06-05


SÍLVIA GUERRA


2008-05-14


FILIPA RAMOS


2008-05-04


PEDRO DOS REIS


2008-04-09


ANA CARDOSO


2008-04-03


ANA CARDOSO


2008-03-12


NUNO LOURENÇO


2008-02-25


ANA CARDOSO


2008-02-12


MIGUEL CAISSOTTI


2008-02-04


DANIELA LABRA


2008-01-07


SÍLVIA GUERRA


2007-12-17


ANA CARDOSO


2007-12-02


NUNO LOURENÇO


2007-11-18


ANA CARDOSO


2007-11-17


SÍLVIA GUERRA


2007-11-14


LÍGIA AFONSO


2007-11-08


SÍLVIA GUERRA


2007-11-02


AIDA CASTRO


2007-10-25


SÍLVIA GUERRA


2007-10-20


SÍLVIA GUERRA


2007-10-01


TERESA CASTRO


2007-09-20


LÍGIA AFONSO


2007-08-30


JOANA BÉRTHOLO


2007-08-21


LÍGIA AFONSO


2007-08-06


CRISTINA CAMPOS


2007-07-15


JOANA LUCAS


2007-07-02


ANTÓNIO PRETO


2007-06-21


ANA CARDOSO


2007-06-12


TERESA CASTRO


2007-06-06


ALICE GEIRINHAS / ISABEL RIBEIRO


2007-05-22


ANA CARDOSO


2007-05-12


AIDA CASTRO


2007-04-24


SÍLVIA GUERRA


2007-04-13


ANA CARDOSO


2007-03-26


INÊS MOREIRA


2007-03-07


ANA CARDOSO


2007-03-01


FILIPA RAMOS


2007-02-21


SANDRA VIEIRA JURGENS


2007-01-28


TERESA CASTRO


2007-01-16


SÍLVIA GUERRA


2006-12-15


CRISTINA CAMPOS


2006-12-07


ANA CARDOSO


2006-12-04


SÍLVIA GUERRA


2006-11-28


SÍLVIA GUERRA


2006-11-13


ARTECAPITAL


2006-11-07


ANA CARDOSO


2006-10-30


SÍLVIA GUERRA


2006-10-29


SÍLVIA GUERRA


2006-10-27


SÍLVIA GUERRA


2006-10-11


ANA CARDOSO


2006-09-25


TERESA CASTRO


2006-09-03


ANTÓNIO PRETO


2006-08-17


JOSÉ BÁRTOLO


2006-07-24


ANTÓNIO PRETO


2006-07-06


MIGUEL CAISSOTTI


2006-06-14


ALICE GEIRINHAS


2006-06-07


JOSÉ ROSEIRA


2006-05-24


INÊS MOREIRA


2006-05-10


AIDA E. DE CASTRO


2006-04-20


JORGE DIAS


2006-04-05


SANDRA VIEIRA JURGENS



WATCHED! SURVEILLANCE, ART & PHOTOGRAPHY: A VIGILÂNCIA QUESTIONADA PELA ARTE NO C/O BERLIN



CONSTANÇA BABO

2017-05-31




 

 

As possibilidades que nos são proporcionadas pelas mais recentes tecnologias e novos média apresentam cada vez mais potencialidades e consequências. A barreira entre o espaço privado e o espaço público tem vindo a diluir-se e, como resultado, invadimos a vida dos outros e somos igualmente invadidos. Sendo esta uma questão importante e revelando-se problemática, é importante pensá-la e discuti-la, inclusivamente através da expressão artística. Com efeito, a relação entre este assunto e a arte contemporânea é intrínseca, visto que os média influenciam diretamente a criação, funcionando como tema, objeto e, por vezes simultaneamente, como material para a produção artística. Ora, o C/O Berlin selecionou obras que apresentavam diferentes perspetivas e abordagens desta questão, assinadas por 20 artistas internacionais.

O espaço expositivo da C/O Foundation mostra, desde 2000, uma sólida programação, destacada internacionalmente e assume-se como uma plataforma para a exposição da fotografia e dos media visuais, através de artistas tanto reconhecidos e estabelecidos como emergentes. Com o objetivo de dar a conhecer a cultura visual mais atual a um diversificado público, o C/O foi concebido pelo fotógrafo Stephan Erfurt, o designer Marc Naroska e o arquiteto Ingo Pott. A galeria estabeleceu-se no edifício America Haus, anteriormente uma livraria e sala de cinema também utilizadas como estrutura para encontros culturais americanos com exposições de alguns dos seus mais icónicos artistas, como Robert Rauschenberg, Frank Lloyd Wright e Lyonel Feininger, este último também com nacionalidade alemã.

Assim, com um passado simbólico e anunciando uma visão direcionada para o futuro, o C/O é um dos locais a visitar em Berlim, com exposições conceptual e formalmente contemporâneas, como é o caso desta última.

Destacada e aconselhada pela revista Elephant (nº30, primavera 2017) por ser uma "exposição coletiva que explora um assunto extremamente relevante do séc. XXI, sobre o qual sabemos muito mas pouco fazemos", a exposição com o título Watched! Surveillance, Art & Photography trabalhou a problemática da vigilância predominantemente através da arte dos média.

A partir de tal objeto de estudo, tão discutido e complexo, surgem múltiplas formas e imagens que o problematizam diretamente ou que se estendem ao que o rodeia e envolve. Como exemplo de uma obra que, de modo evidente, aborda as formas de vigilância, pode referir-se um grande painel apresentado na primeira sala da exposição. Com o título WeiweiCam (img.4), apresenta-se um projeto de auto-vigilância assinado pelo artista chinês Ai WeiWei, que teve como ponto de partida e impulso de criação a sua captura pelas autoridades chinesas no aeroporto de Pequim, resultando em 81 dias de prisão. Quando libertado, ficou proibido de sair do país e da sua residência, na qual ficou sob o controlo ininterrupto de 15 câmaras de vigilância. Durante esse tempo, a sua intimidade e o seu espaço privado foram totalmente invadidos e, como resposta, Ai WeiWei instalou outras quatro câmaras, ligadas à internet em livestream, exibindo publicamente a sua circunstância. Esta sua manifestação durou 46 horas, momento em que as autoridades ordenaram o fecho da página online. Após ter-se exilado escapado da China, WeiWei veio para a Alemanha para explorar a sua experiência artisticamente.

A vigilância surge a vários níveis e com diferentes consequências e impactos a nível sociológico. No caso de Ai WeiWei, tratou-se de uma ação forçada, sobre a qual o próprio não teve qualquer espécie de controlo, cenário que nos choca e que repudiamos. Contudo, outras formas de invasão de privacidade têm vindo a multiplicar-se e são frequentemente esquecidas e não compreendidas como atos de vigilância. Sem consciência, tornamo-nos voyeurs e vigilantes daqueles que nos rodeiam. Neste quadro, incluem-se os realityshows que predominam na televisão, continuação do fenómeno bigbrother, já tão habituais e banais, normalizando a observação da vida alheia. Em acréscimo, hoje temos um facilitado acesso a dispositivos e programas de vigilância, como o google street view utilizado pelo artista Mishka Henner na sua obra No man´s land (img.5).

Ao mesmo tempo, torna-se cada vez mais habitual uma partilha online, constante da atividade diária, através das redes sociais, ocorrendo aí uma nítida perda de privacidade e aumento da exposição social. Esse caso pode, inclusivamente, ser analisado a outro nível e compreendido como motor de alteração comportamental dos atores sociais, principalmente das mais jovens gerações. A construção da própria identidade é um processo susceptível a sofrer alterações de acordo com a constante observação do outro e sobrexposição de si, sendo esta última, quando lançada na rede, tendencialmente fabricada.

Também explorando a questão da identidade, por outro ponto de vista e através de um método de vigilância, expuseram-se outras obras na segunda sala, caso da intitulada de Spirit is a bone (img.6), de Adam Broomberg e Oliver Chanarin. Sob a forma de uma série de retratos que, num primeiro olhar, parecem idênticos, é apresentada uma repetição de imagens semelhantes que compõem uma obra de grande escala. Provocando um imediato forte impacto visual, quando analisadas, verificam-se as distinções entre as figuras brancas que, colocadas sobre fundo negro, assemelham-se a modelos de máscaras. Na verdade, tratam-se de resultados obtidos por um novo instrumento desenvolvido na Rússia que, através de quatro câmaras de vigilância, concebe um retrato em 3D de qualquer individuo sem necessitar da sua cooperação.

Paralelamente a estes trabalhos imagéticos, apresentaram-se outros que surpreenderam por estimularem os restantes sentidos do espetador. Caso disso são os headphones (img.7) que, quando instalados e pendurados do tecto, reproduzem conversas de escutas telefónicas, convidando o espetador a experienciar o lugar do vigilante e tornar-se participante na obra.

É de notar que grande parte da experiência estética que foi proporcionada ao longo da exposição adveio da envolvência construída em redor dos trabalhos. Estes surgiam um após o outro, bem distintos entre si, cada um com uma particular forma e abordagem para suscitar no público a questão em causa e o pensamento e reflexão sobre esta. Com uma sombra predominante sombra e algumas luzes mais fortes a incidir sobre as obras, desenhou-se um cenário muito particular, onde o olhar e a atenção eram guiados ao longo de todo o percurso.

Terminada dia 23 de abril, a exposição, acompanhada pela exibição de seis filmes apresentados pelo Verzio International Human Rights Documentary Film Festival, foi uma das inseridas na atual investigação da Hasselblad Foundation, em torno deste tão atual e complexo tema da vigilância. Esta em causa resultou da colaboração entre essa instituição, o C/O e o Museu da Fotografia de Berlim.

A necessidade de trabalhar temas desta ordem é, sem dúvida, crescente e são estas iniciativas na esfera da arte que valorizam e consolidam o papel da criação artística na sociedade e no futuro.

 

 

 

Constança Babo

Cialis canada order to buy how levitra online http://www.saludos.com/healthcare/hchome.htm cialis vs viagra vs levitra buy levitra from canada http://www.saludos.com/award.htm online ed pills otc, generic levitra online buying ed cheap pills otc.
Viagra cheapest online viagra in india alternatives http://www.saludos.com/healthcare/hchome.htm cialis vs viagra difference uk price cialis http://www.saludos.com/award.htm cheap ed pills otc, it cialis work does generic dapoxetine sildenafil 60 100mg mg.
Online cheap pharmacy viagra canadian tadalafil 5mg online how to propecia get levitra prices us, order online cheap levitra viagra action vs of onset cialis.
20 mg tadalafil sandoz samples levitra bayer cialis vs viagra espanol cialis vs viagra costs per pill sale sildenafil for tablets buy ed meds buy ed drugs, cialis viagra at cost vs walmart uk free viagra.
De 20mg cialis india levitra in http://www.saludos.com/healthcare/hchome.htm cialis vs viagra over the counter cialis viagra vs effectiveness http://www.saludos.com/award.htm buy ed pills, 5mg india tadalafil propecia generic buy online.
Anxiety for cialis buy vardenafil online online ed meds generic propecia costco, cialis comparison levitra viagra price online viagra levitra buy cialis.
Price uk levitra drugs effects permanent side propecia buy paypal sildenafil http://www.socgeografialisboa.pt/buy-propecia-no-prescription-cheap/ finasteride generico, tadalafil cost cialis mg 20.